APRENDIZ-ESTÁGIO

O programa Partiu Estágio vai convocar 1.324 estudantes universitários inscritos para atuar na Secretaria da Educação. O anúncio foi feito pelo governador da Bahia, Rui Costa, nesta terça-feira (28), durante a transmissão do Papo Correria, programa onde o gestor responde perguntas através das redes sociais.

Durante o programa, Rui Costa também revelou que o programa Bolsa Presença será mantido, mesmo com o retorno das aulas presenciais na Bahia.

“Nós vamos manter o programa para que os alunos possam se manter na escola. Infelizmente, nos últimos anos, temos testemunhado que no Brasil aumentou em dois milhões o número de brasileiros que ingressaram na pobreza”, disse Rui Costa.

“Dentro dos limites financeiros do Governo do Estado, vamos garantir o Bolsa Presença para que nossos estudantes continuem na escola. Tem uma parcela já programada para o dia 10, e eu vou ver se precisa de autorização legislativa ou se com um decreto a gente pode renovar, vamos resolver isso amanhã”, afirmou o governador.

Dos aprovados no Partiu Estágio, 438 são alunos de cursos de bacharelado e 886 de licenciatura. Os universitários selecionados receberão um comunicado da Secretaria da Administração do Estado (Saeb), que será enviado para o e-mail informado no ato da sua inscrição no programa.

A correspondência eletrônica vai conter informações sobre os procedimentos a serem seguidos pelo estudante, além de indicar o órgão onde ele irá estagiar, com seus respectivos endereço e telefones.

Os convocados devem entrar em contato com a unidade de Recursos Humanos da Secretaria de Educação e obter as informações para a entrega da documentação exigida. O período para isso será de 6 de outubro a 4 de novembro.

Os convocados que não manifestarem interesse dentro de prazo estabelecido correrão o risco de perder a vaga. O estágio terá duração de um ano e vai alocar universitários em diversos municípios do estado.

O programa oferta vagas de estágio para estudantes regularmente matriculados em instituições de ensino superior estaduais, federais e privados, com sede ou polo de ensino na Bahia, e que cursem graduação nas modalidades presencial ou EAD.

O edital prevê a reserva de 10% do total das vagas a deficientes físicos e prioriza universitários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), seguidos daqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

A carga horária é composta de quatro horas diárias de atividades supervisionadas, chegando a 20 horas semanais, distribuídas de acordo com a necessidade da administração pública. Além da bolsa-estágio, os universitários terão direito a auxílio-transporte e 30 dias de recesso remunerado, proporcionais. – Fonte: G1