novo-saque-do-fgts

O Conselho Curador do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aprovou nesta terça-feira (11) a distribuição de parte dos lucros para os trabalhadores. Serão creditados nas contas vinculadas ao fundo R$ 7,5 bilhões, equivalentes a 66% do resultado positivo de 2019. O resultado total do ano passado foi de R$ 11,32 bilhões.

Conforme a deliberação, os créditos devem ser pagos até 31 de agosto. A distribuição será feita proporcionalmente ao saldo de 31 de dezembro de 2019.

Segundo informações apresentadas durante a reunião do conselho, a distribuição dos recursos permitirá que o FGTS tenha rendimento de 4,90%, somados juros e correções obrigatórias. Dessa forma, o fundo passa a render mais que a poupança, que fechou 2019 com rentabilidade de 4,26%, e a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que terminou o ano passado em 4,31%.

A decisão do conselho não altera as hipóteses em que o trabalhador pode sacar o FGTS. No site da Caixa é possível obter mais informações, inclusive sobre os saques emergenciais do fundo devido aos efeitos da pandemia da covid-19 na renda dos brasileiro.

Veja o quanto será creditado em cada saldo de conta por faixas de saldo:

Participe dos nossos: #Grupos

Saldo em 31/12/2019  |  Valor a ser creditado

R$ 1.000                           R$ 18,44

R$ 2.000                           R$ 36,89

R$ 3.000                           R$ 55,34

R$ 4.000                           R$ 73,79

R$ 5.000                           R$ 92,23

R$ 6.000                           R$ 110,68

R$ 7.000                           R$ 129,13

R$ 8.000                            R$ 147,57

R$ 9.000                            R$ 166,02

R$ 10.000                           R$ 184,37

R$ 20.000                           R$ 368,94

R$ 30.000                           R$ 553,41

R$ 40.000                           R$ 737,88

R$ 50.000                           R$ 922,35