emprego

Aregão de Andaraí na Chapada Diamantina, já conta com um novo e moderno frigorifico, que está atendendo mais de 3,2 mil produtores, entre pequenos, médios e grandes. Somente na unidade, foram gerados 230 empregos diretos e aproximadamente 800 indiretos. A estrutura, idealizada pelo empresário e prefeito de Andaraí, Wilson Cardoso, tem capacidade de abater ate 400 animais por dia e para processar 168 tipos de produtos, de embutidos aos cortes mais sofisticados A inauguração contou com a presença do governador Rui Costa da primeira-dama Aline Peixoto e de outras autoridades, além de empresários e pequenos produtores locais.

Rua destacou a atuação do Governo da Bahia no incentivo para que a iniciativa privada tenha facilidade para investir no estado. Nos estamos intensificando a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) não só como ente de fiscalização ou de regulação, mas o ente que apoia, incentiva e estimula a produção. E por isso, esse empreendimento aqui, eu tenho absoluta certeza, eleva o padrão de qualidade da produção de came da Bahia E vai ter um impacto positivo na geração de emprego, de renda e na economia de toda a Chapada. Onde vamos apoiar os produtores para que se utilizem dessa ferramenta para melhorar a renda, seja do pequeno, do médio ou do grande produtor”, afirmou o governador,

Ⓒ complexo de produção – numa área total de 180 mil metros quadrados (m’), sendo 15 mil m² de área construída-abriga cinco fábricas, que serão responsáveis por processos que irão do abate a desossa, passando pela industrialização, salga e beneficiamento de produtos não comestíveis.

Wilson Cardoso também destacou o papel do Estado. “A Secretaria de Desenvolvimento Rural lançou um edital chamado Bahia Produtiva que está organizando toda a cadeia produtiva da proteína animal, da agricultura, na nossa região da Chapada Diamantina, além da celendade da Adab para aprovar com velocidade todos os projetos que foram enviados. E agora, nós vamos continuar sonhando por uma Chapada cada vez mais forte, uma Bahia cada vez mais forte”

Este frigorifico da Chapada é um projeto muito arrojado, pois ele vem acoplado com cinco industrias que permitirá uma melhora importante na qualidade do produto, bovino e do caprino, pois vai fazer com que o produtor produza com a melhor qualidade para ser aceito no frigorifico E um empreendimento que desponta na região. A SDE, através do secretário Nelson Leal, tem se colocado a disposição para identificar onde e qual seria o melhor incentivo para ele se adaptar o incentivo fiscal que o estado pode oferecer Aplaudimos esse grande empreendimento que sem dúvidas nenhuma será um marco para a Chapada Diamantina”, ressalta Luís Guge chefe de gabinete da SDE

A funcionária Márcia Batista Oliveira, 32 anos, nasceu em Andaraí, mudou-se para São Paulo e voltou a morar na cidade natal por causa da oportunidade de emprego. “É expectativa de vida, é você saber que você está em casa, tem certeza que você não vai precisar deixar sua família para se aventurar fora. Ai você tem uma estabilidade, você tem uma visão de futuro, eu estou realizada de estar aqui”.

Empresário do ramo de supermercados na região de Feira de Santana, Vítor Silva avalia que a unidade vai impulsionar a economia em diversas regiões das Bahia. “É um grande empreendimento, disruptivo, que está organizando toda a cadeia pecuarista e está trazendo um produto diferente, um produto de uma qualidade inovadora, que valoriza a nossa Chapada e valoriza todos os produtores, trazendo assim renda para o nosso comércio também. O estado ganha um produto baiano, de altissima qualidade, um produto diferente com um nível de gourmetização e qualidade”. – Fonte: Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia.

VEJA VAGAS EXCLUSIVAS NO: INSTAGRAM | TELEGRAM