Clínica Florence abre novo processo seletivo em Salvador

O Médico Diarista é peça fundamental na definição, implementação e condução do plano terapêutico dos pacientes internados para Cuidados Paliativos ou Reabilitação na Clínica Florence, com o objetivo de garantir a melhor experiência de cuidado durante todo o período de internamento.

Ao longo do seu trabalho, o Médico Diarista será exposto a uma ampla gama de profissionais e pacientes, com diferentes patologias e contextos biopsicossociais, permitindo o exercício de diferentes competências e a aquisição de experiências e conhecimentos adicionais. Esse papel será exercido dentro de uma organização de saúde vibrante, pioneira em sua área de atuação e em crescimento constante.

RESPONSABILIDADES E ATRIBUIÇÕES

  • Liderar a elaboração do plano terapêutico e cumprimento das metas terapêuticas em conjunto com demais membros da equipe multidisciplinar;
  • Assumir papel de liderança da equipe multiprofissional, garantindo comunicação adequada e não hierarquizada, com foco na segurança do paciente, efetividade clínica e bom clima de trabalho em equipe
  • Realizar evoluções e prescrições médicas dos pacientes internados sob seus cuidados;
  • Solicitação e interpretação de exames complementares dos pacientes internados sob seus cuidados;
  • Garantir transição do cuidado com segurança, mantendo fluxo efetivo da informação com demais médicos assistentes do paciente sob seus cuidados;
  • Conduzir e liderar reuniões familiares;
  • Participar das visitas e reuniões multidisciplinares de discussão de casos clínicos;
  • Participar do programa de educação continuada da Florence EC;
  • Atender eventuais intercorrências clínicas dos pacientes internados;
  • Acolher familiares e pacientes em sofrimento;
  • Seguir os protocolos e procedimentos estabelecidos na Clínica Florence.

REQUISITOS E QUALIFICAÇÕES

  • Graduação em Medicina;
  • Residência/Título de Especialista em Clínica Médica ou Medicina Intensiva;
  • Formação específica em Cuidados Paliativos ou Reabilitação/Cuidados pós agudos;
  • Experiência no cuidado de pacientes críticos ou pós-agudos (semi-intensivas ou enfermarias pós alta de unidades de terapia intensiva);
  • Excelente capacidade de comunicação e relacionamento interpessoal;
  • Desejo de aprendizado contínuo e exposição a diferentes experiências.

INFORMAÇÕES ADICIONAIS: Remuneração competitiva; Acesso a prontuário eletrônico; Planejamento estruturado de carreira e desenvolvimento individual; Suporte robusto das lideranças; Possibilidade de participação no desenho de processos e linhas do cuidado.

Candidatar