INSS

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) solicitou ao Ministério da Economia uma autorização para abrir um concurso público com 10 mil vagas. O quantitativo ainda pode sofrer alterações para aumentar as chances de aprovação pela pasta da economia, informou a assessoria de imprensa do órgão.

Em 2021, o INSS entrou com um pedido para abertura de 10 mil vagas, sendo 2 mil apenas para convocação de aprovados em cadastro de reserva no concurso anterior do órgão, que ainda estava em vigência na época. O pedido não foi aprovado, mas incluía oportunidades para nível médio e superior.

Déficit de pessoal

O instituto enfrenta atualmente em déficit de cerca de 22 mil servidores, sendo 20.309 técnicos e 2.372 analistas. O salário inicial ofertado para os profissionais que atuam no órgão é de R$ 5.186,79 para técnico e de R$ 7.659,87 para analista, valores bastante atrativos.

VAGAS EXCLUSIVAS NO: #INSTAGRAM | #TELEGRAM

Em 2022, chegarão ao fim os contratos dos servidores aposentados e militares inativos temporários, selecionados em 2020 para reduzir a fila da Previdência. O concurso seria a saída para reduzir as filas e melhorar o atendimento à população. Em março do ano passado, mais de 1,2 milhão de pedidos de benefícios aguardavam para serem analisados pelo INSS.

“O foco é que o INSS atenda de forma mais ágil às demandas do cidadão. Maior desafio para o segundo semestre é o cumprimento dos prazos. Estamos fazendo uma série de ações para conceder os benefícios de forma mais célere”, afirmou o presidente do instituto, Leonardo Rolim.

Último concurso

último concurso do INSS foi realizado em 2015, quando foram selecionados 950 técnicos, analistas. A quantidade não foi nem de longo suficiente para suprir as necessidades do órgão. Já para o cargo de perito, o último certame ocorreu em 2011.

Para classificar os inscritos, foram realizadas provas objetivas com questões de múltipla escolha para todos os cargos. Somente com os candidatos à função de perito, também foi realizada uma prova de títulos.